Tribunal de Justiça/PB – separação silábica

Fernanda Paz quer saber se há resposta para a questão abaixo, queapareceu em concurso para Analista Judiciário do Tribunal de Justiça da Paraíba:

 

Analise as proposições como verdadeira (V) ou Falsa (F):

 

I– O grupo de palavras /técnicos/vestígios/denúncias/servidores/ é representativo de encontros consonantais que se separam.

II- Os termos /folha/Maranhão/reflexo/tribunal/ identificam-se como dígrafos quenão se separam.

III– Os termos /inclusão/presidente/duplicidade/público/ ilustram a presença deencontros consonantais que não se separam.

IV– A seqüência de termos excesso/pagamento/irregularidades/excelência é constituída de dígrafos que se separam.

 

A alternativa correta é:

a) F-V-V-F.      b) F-F-V-V.       c) V-V-F-F.         d) V-F-F-V.       e) F-V-F-V.

****

Cara Fernanda, a Banca divulgou como resposta para essa questão aalternativa b, considerando verdadeira a proposição IV.

Ocorre que, na palavra “pagamento”, os componentes do dígrafovocálico “en” não podem se separar. Certamente consideraram que o “n” e o “t” estão em sílabas diferentes (pagamen-to), no entanto o “n” aí não é consoantemas apenas um símbolo de nasalização.

Ademais, caso o “n” tivesse valor de consoante, constituiria em relação ao “t” um encontro consonantal não-real (separável) e deixaria de compor dígrafocom a vogal que o antecedente. Isso também tornaria errado o conteúdo da referida proposição.

Diante disso, a questão não tem mesmo resposta.

Um abraço, e até a próxima.