Funrio – Paralelismo

Cláudia Campos, de Brasília (DF), quer que expliquemos uma questão de recente concurso para o Ministério da Justiça, elaborado pela Funrio.

A banca pede que o candidato aponte qual das alternativas seguintes explica a ausência de paralelismo que ocorre no texto abaixo:

 

Medidas adotadas para se evitar o desaparecimento

 

- Orientar os filhos a não aceitarem doces, presentes, ou qualquer outro objeto de estranhos, podendo aceitá-los de conhecidos e parentes, somente com prévio consentimento dos responsáveis.

- Manter bom relacionamento com a vizinhança.

- Procurar conhecer as pessoas que convivem com seu filho.

- Evite deixar seu filho em casa sozinho.

- Conheça o tipo sanguíneo e o fator RH da criança.

 

A) A pontuação dos tópicos apresenta problemas, pois todos deveriam terminar com ponto e vírgula, não com ponto final.

B) A coesão textual apresenta problemas, em virtude da repetição em todos os tópicos das palavras “filho” ou “filhos”.

C) A opção por verbos nominais dificulta a manutenção do paralelismo, pois eles não são flexionados.

D) A estrutura sintática dos tópicos é diferente, pois alguns se iniciam com verbo no infinitivo e outros no imperativo.

E) A diversidade de registros existente, pois, em alguns tópicos, vê-se a utilização de maior formalidade que em outros.

****

Pelo principio do paralelismo, elementos coordenados (ou seja, que têm o mesmo valor sintático) devem se apresentar com a mesma forma. No texto acima isso não ocorre quanto à flexão dos verbos que introduzem cada medida.

Alguns deles estão no infinitivo (orientar, manter, procurar), e outros se encontram no imperativo (evite, conheça). Esse fato quebra a harmonia estrutural do conjunto. A resposta correta, portanto, se encontra na alternativa D.