TEMA DE REDAÇÃO

      Com base nos seguintes fragmentos motivadores, redija um texto disserttivo-argumentativo sobre o tema “O racismo no Brasil”. Aponte as possíveis evidências de discriminação racial em nosso país, discutindo-lhe as causas e propondo alternativas para erradicá-la. Escreva entre 25 e 30 linhas.

                                                             I

         O termo “democracia racial denota” a crença de que o Brasil escapou do racismo e da discriminação racial vista em outros países, mais especificamente, nos Estados Unidos. Pesquisadores notam que a maioria dos brasileiros não se veem pelas lentes da discriminação racial, e não prejudicam ou promovem pessoas baseadas na raça. Graças a isso, enquanto a mobilidade social dos brasileiros pode ser reduzida por vários fatores, como sexo e classe social, a discriminação racial seria considerada irrelevante.

                                                           II

      O racismo no Brasil tem sido um grande problema desde a era colonial e escravocrata imposta pelos colonizadores portugueses. Uma pesquisa publicada em 2011, indica que 63,7% dos brasileiros consideram que a raça interfere na qualidade de vida dos cidadãos. Um relatório divulgado pela ONU em 2014, com base em dados coletados no fim de 2013, apontou que os negros do país são os que mais são assassinados, os que têm menor escolaridade, menores salários, menor acesso ao sistema de saúde e os que morrem mais cedo.

                                                         III

          A lei 1390/1951 foi proposta por Afonso Arinos de Melo Franco (1905-1990) e aprovada em 3 de julho de 1951, proibindo a discriminação racial no Brasil. A partir dos dispositivos dessa lei, ficou caracterizada como contravenção penal, ou seja, infração de menor potencial ofensivo, qualquer prática de preconceito de raça e cor da pele. A Lei Afonso Arinos foi a primeira lei brasileira a incriminar a discriminação e o preconceito racial no país. Desde então foram várias as tentativas de combater o racismo no Brasil, na maioria das vezes infrutíferas.